Buscar
  • Equipe Odontosantos

A Prevenção e os Adolescentes


Prevenção e adolescência

A adolescência é um período conturbado. São muitas as mudanças e dúvidas pelas quais passamos. É um momento onde começamos a questionar a realidade ao nosso redor, as certezas que tínhamos e principalmente os conselhos e demandas de nossos pais, ou dos adultos em geral. A convivência torna-se mais difícil e coisas simples tem o potencial de gerar conflitos.

Hoje, adultos, temos algumas vezes dificuldades de recordar estes tempos e de entender como nossas mentes funcionavam. Também não somos iguais a nossos pais, e nossos filhos não são versões mais jovens de nós mesmos. Precisamos trabalhar mais, muitas vezes, e parecemos sentir a pressão de maneira mais intensa que nossos pais. Acabamos por ter menos tempo com nossos filhos, e, por vezes, sentimos a necessidade de que estes momentos de união sejam feitos somente experiências positivas. Acabamos por evitar as cobranças e exigências de certas atitudes de nossos filhos, para que possamos manter uma atmosfera de paz. Porém há um preço para isso, e vamos nos ater a parte odontológica dele.

Nesta fase da vida já há algum tempo os pais não auxiliam o adolescente na sua higiene dental. Ele ou ela tem coordenação motora e os hábitos deveriam estar estabelecidos. Porém percebemos uma piora nos cuidados, um relaxamento da rotina de higienização dos dentes. Com isso começam a aparecer cáries e problemas gengivais. Estes últimos, após a melhora da escovação (se não for muito tarde), passam e na maioria das vezes não deixam sequelas. Já os primeiros não. Como já informamos em outro post, todas as restaurações que realizarmos nesta fase da vida precisarão ser trocadas no futuro. Sendo que as novas restaurações serão maiores, mesmo que somente um pouco. Com isso os tratamentos necessários vão progredindo em complexidade, até precisarmos realizar endodontias ( tratamentos de canal), próteses ou até mesmo a extração do dente. Não temos a intenção de dizer a ninguém o que fazer, pelo contrário, cada um vive uma realidade diferente e sabe onde “aperta seu sapato". O que queremos é dar esta informação para que entre no rol de considerações, se desejar, quando estiver pensando se exige pela 15ª vez que seus filhos escovem os dentes, ou se pede novamente, e encara o "bico", para que aquela escovação de 20 segundos seja repetida corretamente. Para pensar. Abraços e excelente semana.


Equipe Odontosantos

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo